FALTA COESÃO
24 de março de 2013
INTERNET DAS COISAS
24 de março de 2013

Pesquisa do instituto alemão Ernst Strüngmann Fórum mostrou que, diariamente, cada ser humano toma de 2500 a 10 mil decisões, desde as mais simples, como escolher a marca do café, as mais complexas. Para tomar essas decisões, os seres humanos são influenciados por diversos fatores, como tendências inatas, emoções, expectativas, equívocos, características de personalidade, aspectos culturais e conteúdos inconscientes. A raiva, por exemplo, pode nos motivar a punir alguém, o que um dia foi importante para estabelecer ordem na sociedade.
 
O pesquisador Gordon Brown, da Universidade de Warwick, no Reino Unido, afirma que tendemos a tomar decisões com base em processos cognitivamente fáceis, como comparações binárias. Podemos também basear nossas decisões por meio de aprendizagem e seguir o que os outros fazem de forma acertada. Porém, também podemos escolher opções mais arriscadas se houver possibilidade de pequenos ganhos ou de perdas significativas. É o chamado “efeito cisne negro”.

Às vezes, a tomada de decisão pode parecer inconsistente ou perversa, e o mais intrigante talvez seja o quão frequentemente forças aparentemente irracionais nos ajudam a fazer a opção certa – se é que ela existe.