VAMOS JOGAR?
19 de outubro de 2012
PUBLICIDADE INTERATIVA
19 de outubro de 2012

As embalagens estão exercendo um papel cada vez mais importante na estratégia dos produtos. Com evolução tecnológica as embalagens ficaram cada vez mais sofisticadas e passam  do papel “vendedora passiva e muda” para  “pegar o consumidor pelo braço”. E as apostas são as embalagens inteligentes, que além de eficientes, funcionais e atraentes, devem carregar conteúdo inovador e possuir interface digital. Potencializar as impressões de mídia, que amplifica conteúdo em torno da marca, é um dos principais benefícios da estratégia, segundo Luiz Mastropietro, conceptor da Cubocc, agência responsável pela campanha da Kraft Foods para a marca Chiclets.

As embalagens dos chicletes da Chiclets, ao serem colocadas em frente a uma webcam, tiveram seu conteúdo destravado e liberou “emoticons”. Como o produto é voltado para um público jovem, em sua maioria adolescentes, ávidos por novidades na internet, a repercussão foi melhor do que a esperada. Com isso, a Kraft Foods vai expandir a estratégia para a outra marca de chicletes da empresa, a Tridents. 

Engajar os consumidores, porém, não é tarefa simples. Pesquisa da Forrecast Research mostra que, em 2011, apenas 5% dos norte-americanos com smartphone escaneavam os QR codes. O custo da implantação é baixo, menor que um filme de 30 segundos e, por isso, vale a pena, segundo Mastropietro. Outra vertente do mercado são embalagens que estimulam respostas emocionais dos consumidores, chamada de processo límbico. A agência Narita Design usou da estratégia no desenho da embalagem do produto de limpeza Minuano.