Pensar e agir jovem e criativamente pressupõe preparo e responsabilidade
14 de janeiro de 2016
O paradoxo entre “fãs das marcas” e “compradores leves
14 de janeiro de 2016

O marketing baseado em dados é a nova fronteira dos criativos. É ele que nos permite a reimaginação criativa do crm, levando a comunicação de “povo” para “pessoa” e desenvolver soluções criativas para resolver as necessidades humanas.

Nunca acreditei que temos um direito divino a atenção das pessoas, especialmente quando a publicidade não está competindo dentro do seu próprio mundo; nós estamos competindo com o resto da cultura popular. A única maneira de atrair e manter-se relevante é sendo interessante, envolvente e gratificante.

Os consumidores de hoje também estão exigindo mais transparência, mais autenticidade e mais identificação com o propósito das marcas.

Criatividade responsável não é apenas a coisa certa a fazer. É a maneira pela qual as marcas devem envolver os consumidores, a fim de construir uma marca de confiança e a tão desejada fidelidade à marca no longo prazo. 

(TOM BERNARDIN CHAIRMAN AND CEO – LEO BURNETT)