DIVERSÃO A TODO VAPOR
31 de janeiro de 2011
A MELHOR APÓLICE
31 de janeiro de 2011

Crimes Virtuais
     
Os crimes virtuais chegaram às redes sociais, nova febre da internet. O motivo é o mesmo: roubar informações pessoais dos usuários e obter lucro com elas. A estimativa é que anualmente os crimes movimentem cerca de US$ 100 bilhões em todo o mundo. Novas técnicas de roubo surgem na mesma velocidade da tecnologia, como a inserção de códigos criados pelos criminosos em páginas com grande número de usuários. O internauta acessa o conteúdo e, sem que ele perceba, um programa é instalado em seu computador e abre as informações para os criminosos. No Facebook, o seqüestro de clicks é uma forma de enganar os usuários. A técnica esconde um botão embaixo do outro e faz com que o usuário clique no site infectado. Já nos mecanismos de buscas, os criminosos estão colocando seus sites mal intencionados entre as primeiras opções de pesquisa.

Paga pra ver? 
     
Já pensou em ganhar dinheiro para assistir um anúncio no celular? Apesar de remota no Brasil, a ação é vista com bons olhos pelas agências de propaganda. Na teoria, o plano traz benefícios para todas as partes e por isso é comum no Japão e nos Estados Unidos. Estão aptos a receber o anúncio os consumidores que se cadastrarem junto à operadora e ao anunciante. Ao assistir todo o anúncio, o consumidor recebe um bônus para usar.

Segundo a eMarketer, a publicidade móvel no Brasil deverá movimentar US$11 milhões, e por enquanto somente uma empresa aqui no País, estuda a possibilidade de lançar a propaganda paga no celular. Uma das dificuldades é o parque de celulares no Brasil, mais de 80% dos aparelhos são pré-pagos e com aparelhos simples para exibirem vídeos.