TRAVA PSICOLÓGICA
19 de setembro de 2014
MAIS DO QUE TOMAR UM BANHO DE GELO
19 de setembro de 2014

Cientistas da Universidade College de Londres desenvolveram uma ferramenta de cálculo para estimar o bem-estar de mais de 18 mil pessoas de vários países e descobriram que o que faz diferença mesmo são as nossas expectativas em relação às pequenas escolhas que fazemos diariamente.

Esses mesmos cientistas construíram um modelo computacional que relaciona a sensação de alegria a nossas expectativas de recompensas recentes. Então, a ferramenta foi testada em 18.420 participantes de várias partes do mundo por meio do jogo “O que me faz feliz?”. Ele é um dos testes do aplicativo para smartphone The Great Brain Experiment, que reúne avaliações usadas em experimentos científicos. O modelo computacional foi eficaz para estimar a felicidade mesmo sem oferecer contrapartida financeira concreta: bastou a recompensa de pontos dentro do programa.